Aconteceu nos dias 2 e 3 de dezembro de 2015, na Casa de Rui Barbosa no Rio de Janeiro, sob o título “Que é isso que a literatura – e só ela – tem a oferecer que nos põe em movimento?”, o 1° Seminário Brasil Literário. O Seminário, iniciativa do Movimento por um Brasil literário, foi contou com programação sobre a leitura literária, direito à literatura, políticas e planos de livro, leitura, literatura, e bibliotecas.

sem

Ana Ligia Medeiros, Christine Fontelles, Elizabeth Serra, Fabíola Farias, Gabriela Gibrail, Luiz Percival Leme Britto, Maria Aparecida Fernandez, Maria das Graças Castro, Marina Colasanti, Ninfa Parreiras, Nilma Lacerda, Silvia Castrillón, Simone Monteiro – e Regina Zilberman, que estava prevista na programação mas teve problemas em seu vôo para o Rio – foram os convidados que abrilhantaram o evento com suas conferências, debates e trocas de experiências.

Depois de grandes esforços para chegarem no Seminário (conseguiram um carro emprestado da prefeitura e fizeram uma vaquinha para custear os demais gastos), o Núcleo de Literatura MBL de Irupi, no Espírito Santo (professora Adileusa Moura e seus alunos) nos presenteou com uma apresentação de sua experiência local de promoção da leitura literária. “Essa diversidade de olhares e atuações em inúmeras frentes pelo direito à leitura literária é que faz do Movimento por um Brasil literário o que é hoje. E isso esteve representado em nosso Seminário”, afirmou Elizabeth Serra, presidente do Conselho Deliberativo do Movimento.

Esse evento não seria possível sem a presença e participação de cada um dos conferencistas e palestrantes, assim como do público e dos parceiros que nos apoiaram. Destaque especial e principal agradecimento ao Instituto C&A que, que possibilitou o MBL existir desde seu princípio, apoiando anualmente e viabilizando também que o MBL tivesse parte dos recursos institucionais reservados para o Seminário. Também destaque à Fundação SM que possibilitou a impressão do folder do Manifesto por um Brasil literário, texto pulsante que nos une, assim como arcou com  passagens de palestrantes, materiais para os participantes, e disponibilizou profissionais que foram essenciais no apoio à realização do evento no Rio.

Agradecemos também à Casa de Rui Barbosa, que nos cedeu gentilmente o local para a realização do evento e toda a estrutura com equipamentos. À FNLIJ nosso muito obrigado pelo apoio na preparação com seus monitores e funcionários nos dias do evento e pela casa sempre aberta, inclusive na articulação com a Casa de Rui Barbosa. O Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE) foi quem proporcionou a produção de todo o material de comunicação do evento e a Associação Bartolomeu Campos de Queirós contribuiu com parte  dos custos para o registro fotográfico  do Seminário.

Tivemos a presença de quatro dos nossos agora 27 Núcleos de Literatura MBL: Florianópolis (SC), Irupi (ES), Lagoa dos Gatos (PE), e Rio de Janeiro (RJ). O Núcleo de Irupi, formado por jovens, veio em peso e pôde apresentar seu trabalho que promove a leitura literária na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Bernardo Horta, por meio de suas Feiras Literárias.

Na ocasião foi realizado o pré-lançamento da primeira publicação do projeto  Edições Brasil Literário. O livro de Luiz Percival de Leme Britto, que cedeu seus direitos autorais para o Movimento por um Brasil literário, tem por título “No lugar da leitura: biblioteca e formação” e será lançado e disponibilizado em versão digital em 2016.

Foram várias mãos que puderam dar suporte para que as diversas vozes se encontrassem em um debate rico e provocador sobre o direito à leitura literária. Esperamos que este seja só o primeiro de muitos outros seminários e momentos em que a literatura nos colocará em movimento! Nossa gratidão!

3 Respostas para “Seminário Brasil Literário contou com auditório cheio, quatorze palestrantes e dezoito organizações parceiras”

Deixar comentário