Este relatório (21.07.2016) foi apresentado pela UNESCO em conformidade com a resolução 69/141 da Assembleia Geral da ONU, para continuar a exercer o seu papel de coordenação e catalítico na a luta contra o analfabetismo em todo o mundo, inclusive no contexto da agenda para o período após a Década da Alfabetização das Nações Unidas, através do desenvolvimento da capacidade dos Estados-Membros em matéria de política, de implementação e avaliação do programa alfabetização, da expansão gradual das medidas de alfabetização destinadas a meninas e mulheres, fortalecendo as técnicas inovadoras de alfabetização, incluindo as tecnologias da informação e das comunicações, e ampliando a base de conhecimento e de acompanhamento ou avaliação e promoção da alfabetização na agenda global e alavancar sinergias entre várias medidas, incluindo alianças e redes de colaboração entre múltiplas partes interessadas.

A Assembleia solicitou ao Secretário-Geral, em colaboração com o Diretor Geral da UNESCO, submeter à Assembleia na sua septuagésima primeira sessão, um relatório sobre a implementação da resolução. A comunidade mundial reconheceu que a alfabetização era um “fundamento indispensável para a aprendizagem independente” nos documentos para Educação 2030 (Declaração de Incheon) e no Quadro de Ação: “Rumo a uma educação inclusiva e eqüitativa de qualidade e com aprendizagem ao longo da vida para todos”, posteriormente, na resolução 70/1 da Assembleia Geral, intitulada “Transformando o nosso mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”. A comunidade mundial aspira universalizar a alfabetização. O objetivo 4.6 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável reflete a agenda ambiciosa e transformadora definida para a implementação da alfabetização nos próximos 15 anos.

A UNESCO continua a desempenhar um papel de coordenação e catalítica para apoiar os Estados membros em seus esforços para criar um mundo mais alfabetizado e assegurar sinergias entre várias medidas, incluindo a criação da Aliança Global para a Educação no âmbito da aprendizagem permanente. A última seção do documento inclui informações sobre as atividades, a fim de promover a educação para a democracia, em conformidade com a Resolução 69/268 da Assembleia Geral.

Baixar artigo