Eventos não faltam para quem quiser ficar por dentro das atividades literárias que acontecem por todo o país nestes próximos dois meses.

Na Bahia, teve início ontem (11) a Flica – Festa Literária Internacional de Cachoeira. Com curadoria de Aurélio Schommer, a 1ª festa literária da Bahia segue até o dia 16 deste mês e recebe Marcelino Freire, Ronaldo Correia, Nei Lopes, Reinaldo Moraes, Victor Mascarenhas entre outros.

No fim do mês, a Bienal do Livro da Bahia – que acontecerá entre 26 de outubro e 6 de novembro em Salvador – , vai debater diferentes temas como parte de sua programação cultural. “Jorge Amado e o Mundo”, “Mídias Digitais, e-book: o futuro da literatura”, “Autores esquecidos”, são alguns dos debates programados paralelos à contação de histórias, leituras dramáticas de obras de autores brasileiros entre outras atividades.

De 21 a 30 de outubro acontece no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, a V Bienal Internacional do Livro de Alagoas. Para essa edição, estão programadas palestras, oficinas, lançamentos, seminários, mesas-redondas além de performances, espetáculos e contações de histórias.

Feira do Livro de Porto Alegre chega a sua 57ª edição. Participam este ano, entre os dias 28 de outubro e 15 de novembro, autores como o mexicano Mario Bellatin, Bartolomeu Campos de Queirós, Marcelo Rubens Paiva, Luis Ruffato, Mario Bortoloto entre outros.

Ainda em novembro, a VII Festa Literária Internacional de Pernambuco, em Olinda, programou, entre outras atividades, o Congresso Literário da Fliporto 2011 que recebe autores da Palestina e do Paquistão, de Israel e do Líbano, da Índia e da China, Turquia e Japão. A conferência de abertura será com o escritor Deepak Chopra.

O Movimento por um Brasil literário participa do Festival Literário de Cataguases (FELICA). Com o tema “A poesia da vida”, o festival acontece de 10 e 12 de novembro, em Cataguases (MG) e recebe poetas como Bartolomeu Campos de Queirós, autor do Manifesto por um Brasil literário, Chacal, Elisa Lucinda, Otávio Junior, criador do projeto “Ler é 10 Favela” no Complexo do Alemão, entre outros.

Deixar comentário