O Diálogos 2017 acontece no dia 21/11, das 13h às 17h30, na Biblioteca de São Paulo, com o título “Que é isso que a literatura – e só ela – tem a oferecer que nos põe em movimento?”.

O encontro, uma iniciativa do Movimento por um Brasil literário e da FEBAB (Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários e Instituições), com apoio institucional da SP Leituras, patrocínio do Instituto Pró-Livro e parceria da Editora Pulo do Gato, é aberto ao público e conta com programação sobre a leitura literária, direito à literatura, pesquisa e política pública de leitura e biblioteca.

O mote deste  “Diálogos” é inspirar e provocar o público atuante, levantar questões e reflexões sobre o direito à literatura. O formato foi pensado para ser uma prosa intimista com aqueles que pensam, escrevem, trabalham sobre o ‘ler, levar a ler, defender o direito de ler literatura’ possa contribuir para novas reflexões e atitudes.

Programação

Pierre André Ruprecht, diretor executivo da SP Leituras, dará as boas-vindas. Logo após, Elizabeth Serra (Presidente do Conselho Deliberativo do Movimento por um Brasil Literário e Secretária Executiva da FNLIJ) apresentará um breve histórico sobre o Movimento e, na sequência, mediará um bate-papo sobre o mote deste encontro entre Percival Leme Britto, doutor em linguística e professor da Universidade Federal do Oeste do Pará, e Nilma Lacerda, autora, doutora em Letras Vernáculas e professora da Universidade Federal Fluminense.

A programação conta, ainda, com a presença de Adriana Ferrari, presidente da Febab, e Christine Fontelles, coordenadora da Campanha Eu Quero Minha Biblioteca, pela universalização de bibliotecas em escolas, que tratarão de políticas públicas de leitura e biblioteca, e Zoara Failla, coordenadora da Pesquisa Retratos da leitura no Brasil, que falará sobre a Pesquisa  e sobre a Plataforma Pro Livro do Instituto Pró LIvro.

Veja abaixo a programação completa. 

Serviço

Diálogos 2017 | Que é isso que a literatura – e só ela – tem a oferecer que nos põe em movimento?

Data: 21/11/2017

Horário: 13h – 17h30

Local: Biblioteca São Paulo – Av. Cruzeiro do Sul, 2630 – Santana, São Paulo

Informações para a imprensa: [email protected]

 

Inscrições: https://goo.gl/forms/fadHlPBnVQLXfE2K2

 

Sobre o Movimento por um Brasil literário

Desde que foi lançado em 2009, o Movimento por um Brasil literário destaca como princípio o direito de todos à leitura literária e propõe que pessoas, instituições e organizações se aliem pelo compromisso com a causa de ler, levar a ler, defender o direito de ler literatura e fazer deste país uma sociedade leitora.

É a defesa pelo direito: à literatura, como forma de arte, é bem cultural ao qual todos podem ter acesso. Esta tem lugar preponderante na construção da subjetividade, concorrendo para ampliação do conhecimento e das possibilidades de escolha dos indivíduos para seu projeto de vida, na revisão contínua de sua criticidade sobre si e sobre o mundo.

O Movimento conta atualmente com uma rede de 38 Núcleos de Literatura MBL que aos poucos vão se constituindo pelo País em 17 estados e no Distrito Federal, e um em Bruxelas, na Bélgica), com o lema de ler, levar a ler e defender o direito de ler literatura.

Assim, acadêmicos, bibliotecários, professores, alunos, líderes comunitários, autores, amantes da literatura em geral, especialistas, gestores de projetos sociais, educacionais e culturais, educadores e outros compõem este mosaico de instituições, parceiros e quase 10 mil pessoas mobilizadas pela causa da leitura literária, que aderiram ao Movimento pelo site www.brasilliterario.org.br.

Intelectuais, especialistas e pensadores como Elizabeth D´Angelo Serra, Fabíola Farias, Luiz Percival Leme Britto, Maria das Graças Monteiro Castro, Nilma Lacerda, Regina Zilberman, Silvia Castrillon, entre outros, fazem parte deste Movimento.

Muitos sonhos e outros que nem eram imaginados tornaram-se realidade. O Movimento por um Brasil literário reconhece que há muitos passos a serem dados. É preciso que essa ideia se divulgue, se esparrame em cada entranha do território brasileiro e para cada cidadão desta nação.

Sobre a Biblioteca de São Paulo (BSP)

A BSP foi inaugurada em 8 de fevereiro de 2010. Faz parte do conjunto de iniciativas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo para incentivar e promover o gosto pela leitura. Localizada no Parque da Juventude, foi concebida para ser um projeto inovador de inclusão social por meio da leitura. Conta com uma programação cultural diária e ações em acessibilidade e serviço social.

Confira mais sobre a programação no site oficial: http://bsp.org.br

Deixar comentário