ALTA FLORESTA LITERÁRIA
O município de Alta Floresta, no Mato Grosso, apos receber o documentário  A Palavra Conta e o Manifesto por um Brasil Literário decidiram organizar o “Manifesto por uma Alta Floresta Leitora”. A ação foi lançada no dia 18 de abril, o dia do livro, através de panfletagem, entrega de adesivos e uma confraternização literária que reuniu todos os alunos da rede pública municipal, urbana e camponesa. Nos dias 25 e 28 de Setembro, a secretaria municipal de Alta Floresta realizará a I Jornada Municipal da Leitura. Será um evento em que os educadores da rede pública e privada se reunirão para compartilhar propostas e ações de fomento à leitura. O homenageado da Jornada será Bartolomeu Campos de Queirós.

“A PALAVRA CONTA” NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RIO DE JANEIRO
1400 cópias do documentário produzido pelo MBL serão distribuídas a partir do dia 27 de setembro em escolas, creches e bibliotecas, além de 10 Coordenadorias Regionais de Educação (que funcionam como unidades descentralizadas da Secretaria de Educação, com equipes que acompanham as escolas). Na ocasião, o documentário será exibido no cinema do Museu da República. Em seguida,  a platéia assistirá um debate com participação de Áurea Alencar, secretária executiva do MBL. A ação pretende promover o debate sobre a importância da leitura literária em todo o município carioca. “Como hoje temos cerca de 41 mil profissionais no quadro, acreditamos que este material tenha grande alcance. Vamos estimular a realização de sessões locais com debates, envolvendo a comunidade escolar e também os pais.A data escolhida corresponde ao Encontro Anual de Professores de Sala de Leitura e Bibliotecários”, diz Simone Monteiro, gerente de mídia da secretaria de educação do Rio de Janeiro.

MANIFESTO POR UM BRASIL LITERÁRIO CHEGA A MIGUEL PEREIRA
Mesa do MBL na Festa Literária de Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais do município de Miguel Pereira contará com a participação de Marisa Borba, educadora e conselheira do MBL. O evento acontecerá no dia 15 de setembro. Marisa fará uma leitura do Manifesto por um Brasil Literário para a platéia, que também assistirá ao documentário “A Palavra Conta”. Em seguida, a escritora Ninfa Parreiras, membro do MBL, fará uma palestra sobre a vida e obra de Bartolomeu Campos de Queirós.

Deixar comentário