O LERCON, Congresso de Leitura e Contação de História de Pernambuco, aconteceu nos dias 9 e 10 de maio no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Com um público estimado em 1000 pessoas, o tema do evento foi: A leitura muda a vida. O Programa Prazer em Ler do Instituto C&A, em parceria com a A Releitura – Bibliotecas Comunitárias em Rede, foi uma das instituições que apoiou o congresso. Na abertura, o escritor Affonso Romano de Sant’Anna, ex-diretor da Biblioteca Nacional, apresentou a palestra: Nos Desafios da Vida Construímo-nos Leitores.

Volnei Canônica, Coordenador do Programa Prazer em Ler do Instituto C&A, foi o mediador da mesa: Campanha “Eu quero a minha Biblioteca” – Lei 12.244 – Experiências exitosas para a garantia desse direito. A mesa contou com a presença de Claudia Santa Rosa, do Instituto de Desenvolvimento de Educação (RN) e Ana Escurra, da Escola de Leitores, que relatou a Experiência Implantada em Caruaru, no Agreste Pernambucano. Claudia Santa Rosa e Volnei Canônica, ambos integrantes do MBL e defensores do direito à literatura, apresentaram o Movimento aos presentes, convidando a todos a assinar o Manifesto por um Brasil Literário, de autoria de Bartolomeu Campos de Queirós. O documentário a Palavra Conta, produzido pelo MBL, foi exibido diversas vezes durante o evento, no espaço Praça de Leitura.

Na sua primeira edição, o LERCON alcançou um público de aproximadamente 800 pessoas. Nesta edição, com um público significativamente maior, a oferta de minicursos também foi ampla. Entre os temas oferecidos, estavam formação de escritores de texto nas escolas, leitura e motivação, democratização da biblioteca e poesia em sala de aula. A palestra de encerramento foi realizada pela escritora Marina Colassanti com o tema: O leitor e as suas possibilidades: o desafio da condição humana.

Deixar comentário