O Projeto Correspondência acontece já há quatro anos nas cidades de Contagem e Papagaios, sob a realização do Núcleo Indez de Literatura MBL, em Minas Gerais. Surgido em 2012 por um convite da cidade de Contagem de parceria para pesquisa sobre o escritor e autor do “Manifesto por um Brasil literário”, Bartolomeu Campos de Queirós, o projeto foi fruto da iniciativa da então Secretária de Educação e Cultura de Papagaios e coordenadora do Núcleo de Literatura, Rosa Maria Filgueiras, com a ajuda da professora Maria da Conceição de Oliveira, que decidiram envolver todos os alunos da rede de ensino de Papagaios e escolas estaduais de Contagem.

Os alunos trocam correspondências e fazem excursões entre as cidades durante todo o ano a partir da leitura do livro de Bartolomeu. “Bartolomeu dizia que as palavras sabem muito mais longe e esse pensamento nos moveu e nos move durante todo o tempo que trocamos correspondências. Ele também falava em seus livros sobre a memória e dizia que ela é nosso maior patrimônio. E nessa metáfora acreditamos que a leitura literária também seja nosso maior patrimônio”, contou Rosa. Para este ano e por pedido dos alunos do 9° ano que não querem deixar o projeto, deve ser exibido o filme da peça “Por Parte de Pai”, que foi apresentada para a população da cidade de Papagaios em 2013.

Sobre o Núcleo Indez

Foi inaugurado na associação Cultural em Papagaios. Ele tem por objetivos oferecer ambiente de leitura e propiciar acesso ao livro pelas feiras e compartilhar conhecimentos por meios dos contatos recebidos nos encontros. Saiba mais: http://bit.ly/1Fqf133

Uma Resposta para “Alunos trocam correspondências a partir da leitura de obra de Bartolomeu Campos de Queirós por de Núcleo de Literatura MBL”

  • Eugenio DaSilva |

    Parabéns aos organizadores desse programa literário por disseminar e manter viva a obra de Bartolomeu, incentivando o valioso hábito da leitura entre nossos jovens! E parabéns aos estudantes de Contagem e Papagaios que abraçaram esse projeto. Muitos frutos há por colher. Viva Bartolomeu!

Deixar comentário